Angkor: a maravilha escondida

Em khmer significa “cidade”. Dizer que é o maior monumento religioso do mundo ou que são mais de mil vestígios de ruínas não fazem jus a este local imperdível. Nunca a expressão “Maravilha do Mundo” foi tão bem aplicada.

Angkor uma das maravilhas do mundo e justifica todas as palavras elogiosas que já se escreverem a seu respeito. Mas o conjunto de templos de Angkor esconde outra maravilha incontornável: as pessoas. A curta experiência de três dias que tive no Cambodja mostrou-me pessoas de um trato bem mais agradável que, por exemplo, os vietnamitas ou os chineses, o que se revelou revigorante num Sudoeste Asiático muitas vezes extenuante. Disponíveis e de sorriso fácil, os cambodjanos têm um olhar intenso a que a objectiva não resistiu.